Gestão de Projetos




Registro de Necessidades


A identificação do projeto é essencial para realizar uma série de etapas que irá facilitar desenvolvimento do projeto através das definições preestabelecidas como: origem, nome, setor, previsão, descrição sumária e referências que originaram a demanda do projeto.

Seleção


É preciso classificar um projeto de acordo com uma análise de demanda. Faz-se necessário usar uma metodologia para classificar e selecionar os projetos, a utilização da matriz BASICO, seleciona um projeto através da classificação balanceada entre custos, benefícios, operacionalização e outros.

Priorização


A análise da viabilidade através de critério interdependentes, aplicados através da matriz AHP, é possível desenvolver uma metodologia para a priorização dos projetos. Analisando de forma hierárquica critérios tais como: orçamento, prazo, legalidade e outros, auxiliam na tomada de decisão.

Planejamento


O planejamento facilita assim e viabiliza a execução do projeto, estabelecendo formas de controle. Documentos como Termo de Abertura de Projeto (TAP) e a Estrutura Analítica do Projeto (EAP) são de vital importância na estruturação dos projetos e suporta o gerente de projetos durante o projeto.

Execução


A execução de cada projeto necessita de ferramentas que venham suportar os controles: atas de reuniões, plano de ação, registros de eventos, tais como: risco, mudanças, aceitação e lições aprendidas. Estes documentos irão direcionar e auxiliar o gerente de projetos na execução de cada projeto.